Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Marcos Resende Poemas

Marcos Resende Poemas

O Tombo do Chico

Índice Poema ◦ Índice Geral

 


Chico de Assis em noite de ousadia
Caiu de moto e machucou a mão.
Entra no "Elias" — e, por terapia,
grita mil ciclos. Fica rouco em vão.

Senta-se à mesa junto à confraria;
tenta outra coisa: gelo. Que ilusão!
De mão inchada, volta no outro dia.
Radiografado, traz a solução.

— Foi o escafóide — ossinho misterioso,
que, contundido, afeta a lucidez,
e me deixou ainda mais zureta.

Em consequência, Chico, autor famoso,
Com 4 letras vira "punk" inglês,
E, noutro tombo, cai da "caixa preta".

São Paulo, 1984

Índice Poema
 ◦ Índice Geral

Poemas

  •  
  • Pesquisar

     

    Marcos Resende